Em Terra De Surdos Quem Tem Ouvido E Rei


Uma habilidade muito comentada atualmente é a escuta ativa, mas será que na prática estamos conseguindo aplicar, em meio ao caos mental do estresse e do excesso de informações que nos cercam?

Afinal, o que é a Escuta Ativa? É uma habilidade que pode ser aprendida em qualquer fase da vida e aplicada em todas a relações humanas, que significa de maneira simplista, concentrar-se totalmente no que está sendo dito, em vez de apenas ficar esperando a hora de responder ou atropelar o que está sendo dito com resposta, ponto de vista ou opinião. Para Sclavi (2003), o bom escutador deve respeitar o interlocutor e ser curioso – abrir-se a outra visão de mundo.

A escuta requer uma abertura para reconhecer no outro, uma fonte possível de percepção diferenciada e que sempre tem algo a contribuir

De acordo com os conhecimentos adquiridos pelas Neurociências a conexão com o outro e formação de grupos lá no inicio das civilizações, foi decisiva para a evolução e permanência da espécie no planeta, sendo a linguagem um dos produtos mais elaborados dessa evolução. (Valdizán, 2008)

Ainda sobre escuta ativa, quando estamos ouvindo atentos ao que o outro diz ganhamos vantagem, a primeira delas é que quando se está presente ouvindo ativamente o outro, vive-se mais no agora, ativa áreas do cérebro de imaginação e criatividade ao percorrer a linha de raciocínio do que está sendo descrito, outra vantagem é que como no ditado popular: "Em Terra de surdos quem tem ouvido é rei", quem está recebendo sua atenção, certamente vai lembrar-se, e possivelmente em caso de ser um contato de negócios, poderá até ser um promotor do seu produto ou serviço, já nas relações afetivas você aprende a ser mais empático e pode até construir relações mais sólidas.

As vezes só queremos ser ouvidos, não queremos fórmulas, respostas, tapinhas nas costas ou soluções mágicas, só queremos aceitação e compreensão! Receber atenção é uma forma de validar nosso sentimento de ser social, de sentir parte do grupo, de pertencimento.

Aprender a silenciar o barulho dos excessos de demandas, de informações, de notificações já é um começo para que comecemos uma comunicação mais efetiva, que inclui ouvir melhor!

Mas então como fazer isso? Como ouvir melhor o outro? Comece e vá aperfeiçoando aos poucos! Quatro dicas simples e você já perceberá resultados:

  1. Comece desconectando-se dos meios eletrônicos quando estiver falando com alguém presencialmente ou mesmo virtualmente, ou seja concentre-se no outro, independente da fonte de comunicação. Se não tiver tempo, nem comece.
  2. Pergunte mais detalhes sobre a narrativa e atente-se aos detalhes, expressões faciais dizem muito sobre como o outro se sente em relação ao que está sendo dito.
  3. Repita pontos-chave da conversa, revise com o interlocutor, você pode buscar validar seu entendimento com perguntas, como os exemplos: "Você está dizendo que(...)?", "Eu entendi que(...)é isso mesmo?", "Você quis dizer(...)?".
  4. Ouça sem julgar, buscando extrair aprendizados, afinal todos somos diferentes e a beleza da vida está justamente nisso!

Quando entendermos que não existem empresas, e sim, existem pessoas que fazem uma empresa, pessoas que são clientes, PESSOAS...tudo é para pessoas, tudo é sobre conectar-se com pessoas, para solucionar suas demandas! Se não entendermos de pessoas, não entendemos nada!

O que era verdade para os primitivos continua válido para o homem contemporâneo, embora, por enquanto, prevaleça uma sociedade com valores individualistas e utilitários. É notório que na vida cotidiana e na história dos povos a cooperação foi e é, o meio mais adequado para superar os desafios do meio e ouvir é parte disso!

Grandes descobertas e melhorias envolvem invariavelmente a cooperação de muitas mentes.” -Alexander Graham Bell-

Publicado em: 04/12/2021


Voltar

Buscar


Últimas Postagens

Instituto Liri
Atendimento:
De 8h às 17h00 de segunda a sábado,
exceto feriados
Fechado agora

Instituto Liri

Endereço:

Curitiba-PR e Belo Horizonte-MG

Email:
contato@institutoliri.com.br

SAC:
(041) 9 9531-5168

(Whatsapp)

Acompanhe-nos